segunda-feira, 28 de maio de 2012

Voa Voa brabuleta

Eu fiquei cantando esse música (que é da novela cheia de charme, vide o post anterior, e sim é bra-bu-le-ta)... por causa de uma... mariposa.
Yep, uma mariposa, enooooooooooooooorme (a foto ao lado é ilutrativa porque a foto que tirei com meu celular não está boa).
Enfim, um animal alado como o da foto ao lado passou a noite comigo, mas em quartos separados. Agora é até bonitinho de pensar, ams a hora que cheguei ontem a noite e avistei aquela sombra se movendo no escuro não foi simpático. Tinha uns 20 cm de largura, juro. Na faculdade é comum vê-las,  e eu sempre ria das meninas ridículas que tinham medo das mariposas pequenas... puro fogo no cu imagina se tromba com uma dessa, que eu chamei de mariposa-gigante -assassina carinhosamente.
Coragem a parte, esse trambolhos me voando pela saca a noite sujeita uma trombada na cara não é legal. Mas enfim estava chovendo e eu não colocaria uma pobre animal na chuva.
Só a libertei hoje quando o tempo abriu, e depois de muita dor no coração por ter deixado ela...
E agora a saudade música insuportável ficou na cabeça...
ps: e ainda depois de tudo, ainda acho as meninas ridículas... eu atendi um telefone com esse ser voando em volta de mim...
20 cm ... veja. só.... se fosse um título de post garanto que bombava de acesso

Que Deus me livre e guarde de vc...

"Deus me proteja da sua inveja, Deus me defenda da sua macumba..." by Rita lee
Estou ouvindo as músicas da Novela avenida brasil
Sim eu odeio novelas, não nunca assistia. sim agora assisto, quando dá. e Cheias de charme também
e acho um máximo!
Eu sento na frente da caixa colorida e ela conta mentiras pra mim em formato de histórinhas
tipo o computador (pra caso você tenha a petulância de pensar em frente ao meu post que vc ui ui ui não vê novela)
e essa música ahhhh essa música da uma vontade louca de sair cantando na cara das pessoas,
enviar em link por email.. em carta social...
eu me "se divirto" comigo a toa
*pausa pra se imaginar cantando a música com um microfone antigo na cara de uma mala de plantão
*olhinhos brilhando....
é, eu não salvo mesmo!

domingo, 27 de maio de 2012

Estou estudando. E muito. Só estou postando aqui porque estou em uma paradinha para descanso. No caso essa é a paradinha número:58933147625, mas todos merecem descanso. Certo?
E minha cabecinha de vento, de açúcar, de borboleta (qualquer coisa menos fumaça) não mara de maquinar semana que vem... e um pouquinho dessa também.
É tanta coisa pra pensar, decidir... 45 minutos do segundo tempo (a única porra de expressão de futebol que eu uso, pra fingir que entendo e gosto, há! não contem pro namorado)
Também tem os "planinhos" pra comemoração de aniversário da rapha.
Que ela nunca vai saber, há... só vai saber que eu sei que ela sabe quando ler aqui, e ainda assim nunca saberá o que eu sei que eu sei que ela não sabe.
Tia de criança é foda, complica tudo, nos míiiiiinimos detalhes incomplicáveis.
Ops de volta ao estudo

quarta-feira, 16 de maio de 2012


  1. Acredito que arrumar a bagunça da vida é como arrumar a bagunça do quarto. Tirar tudo, rever roupas e sapatos, experimentar e ver o que ainda serve, jogar fora algumas coisas, outras separar para doação, isso pode servir melhor para outra pessoa. Hora de deixar ir, alguém precisa mais do que você. Se livrar. Deixar para trás. Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve, perda de espaço, tempo, paciência e sentimento.
    Caio F. Abreu                                    

segunda-feira, 14 de maio de 2012

E foi num dia, entre céu e inferno, entre o frio e a chuva, entre a fé e a desesperança que aconteceu.
Acredito em sinais. Em cada um deles. Mas de tanto procurar coisas em tudo, os olhos cansam... e só a noite que percebi: já tinha visto isso naquele dia.
A gente espera tanta coisa. Planeja tantos acontecimentos. Elabora tantos momentos.
E eu te pergunto.. pra quê?

quinta-feira, 10 de maio de 2012

ahhh a saúde!

Eun tinhã pônstu a fotu anterior de ursinho, prâ anvisar que estou dodói
Dodói a gente fala pra criança. E eu falo pra que tem lá na minha terra. A "a tia tá dodói", mas aqui pra vocês que são adultos (eu acho, rapá daqui muleque!) eu posso dizer que estou meio morrendo.
Porque doente você pode ficar, em qualquer lugar. e ainda assim você estará doente. Então passe de além de doente ser você, com todos os compromissos, horários, contas, tabelas, telefonemas, e blablabla entre assoadas de nariz a cada meio minuto.
Falando a língua do Enzo, do grego enzevisqui (eu que inventei), porque cai entre nós, Enzo é um nome feio pra caramba, me lembra Fronha, que tem uma fonética deprimente-horrível, com o mesmo som de nariz tampado, a diferença é em ennnzo soa mais fanho ainda, e existe pessoas sem coração na terra que nomeiam seus belos filhos assim.
Sim, a saúde debilitada não me impede de azucrinar o mundo....

reclamações... não minhas, juro!

Reclamar é uma arte, é uma habilidade de se comunicar. É porcaria nenhuma, é uma praga que emprasta a cabeça da gente e nos torna chatos de plantão, chatos-anônimos, chatos-a -distância.
Que nunca teve um amigo/conhecido/ parente que bastava olhar pra cara de bunda do sujeito e lá vinha uma onda inteeeeerrrrrminááááaávellllll de lamentações (porque não deu certo isso, pq me aconteceu aquilo, culpa dquele outro).... então... to numa vibe do mal.
Tô me cuidando, me monitorando pra bomba não estourar assim comigo.
Bicho!(como diria uma célebre professora da facul ), é de mata a paulada o negócio!
É tanta coisa ruim, é tanto azar procurando casa, é tanta gente coma cara filhadaputamente deslavada que só lembra de você quando convém, quando quer, quando precisa.
É tanto urubu rondando terreno, e olho gordo furtando seu prato, que a situação tá caótica. De mais.
Que eu to morrendo de medo de virar correspondente de chatisse.
Deus, Alá, Yemanjá, e todo bando me darão força no jaleco, e eu vou superar!
Não é?

Minha diquinha pra vocês!


Queria uma coisa bonita

Como um laço de vita, uma roupinha esquisita, e uma saudade que fica...

meus versos,toscos, versos

quarta-feira, 9 de maio de 2012

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Gatamaníaca: preciso

Alouca dos gatos ataca! Justo hoje, sim o simbolico dia da quarta do gatoi, eu vejo essa belezura







Quarta do Gato .. louco