domingo, 29 de abril de 2012

Sapatilha pra-que-te-quero

Coloridas, estampadas, clássicas, customizadas, com apliques, vários materiais e marcas...
Ahh esse calaçado feminino atemporal, prático, que vai contudo e confortavel... epa! Confortável não!
Eu, ao contrario de 99,9999 da população feminina não tenho várias sapatilhas. Extamente, porque eu não tenho pé e nem sorte de pegar uma que não arranque a a alma pelo calcanhar, maaas pra vocês que pdoem se jogar, aí vai imagens pra babarem, assim como eu, de plantão:





Assisti: os Vingadores

Confesso que os filmes de heróis do ano passado foram bem decepcionantes ( lanterna verde, thor, capitão américa), mas quando vi o trailer desse filme eu tive certeza que seria bom. É muito dificil de eu ssistir um filme tão em cima da estrei como esse, o cinema estava lotado, ainda mais em 3d, o publico foi ao delírio.
Muito bom! O filme é extenso, até porque foca um pouco na história de cada personagem, e também conta com muita piadas e cena voltadas ao humor, coisa que só se via nos filmes do Homem de ferro, e mais em nenhum herói.

Enfim indico super, principalmente porque é alo que está bombando, ou seja basta alguns dias pra choiverem imagnes/animações do filme no tumblr, frases no facebook, ou algum mané contando partes importantes que estraga a trama se vc saber antes.

sábado, 28 de abril de 2012

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Rock pra idosas

É minhas amadas pessoas, acreditem ou não, em meio a relatórios, livros e psicoses, eu tenho vida social. Ela ocorre num intervalo menos que 48 horas, ao fim de cada semana.
Nesse sábado a noite fui a um encontro de motoqueiros num cidade próxima a minha. Imaginem o local, cheio de motos(ohhh) barracas com acessórios lindos e roupas (e nem lá achei meu mísero anel de caveira prata, todos que achei ficavam grandes no meu dedo), e muito, mas muuuiiiita gente porra-loca escutando bandas de rock cover (por sinal muito boas).
A fatalidade que me acomete agora, é que eu não tenho mais tempos pras coisas, as atualizações do blog comprovam isso, e como eu tenho várias coisas pra fazer no fim do dia sempre estou em frangalhos(só tendo um blog pra vc usar esse tipo de espressão), e pra meu corpo sobreviver a isso, passei a dormir cedo, tipo, muuuiiiito cedo.
Resultado: Umas 11horas da noite eu ja estava quase dormindo me pé. Eu quase dormindo me pé com os gritos do vocalista do metallica cover, e todo o povão do mal oi-eutenho-tatto-e-fumomuito-ebebomuito-eblablabla berrando, fumando e bebendo a minha volta.
E eu lá... com sono.... depois de uma busca exaustiva e triste atrás de uma babylook (sim eu ainda uso!) de banda/caveira, e um anel de caveira (ñ interessa se eu ja tenho, não é prata, olá fultilidade)...
Eu que saí da minha casa, na minha cidade achando que ia pra festa do milho (siiim existe essa festa na minha cidade, e nãão eu não moro numa cidade de interior americana/mexica/algoana que comemora
 colheitas!)... fui parar num encontro de motoqueiros.
Tempos atrás eu tereia surtado, ficaria até altas horas cantando junto com o show, e parari parará.
Mas não, agora eu durmo cedo, acordo com as "galinhas" (esse termo deve ser usado cuidadosamente se vc não mora no interior), e ando comendop muita salada e fruta.
É, eu não sou a mesma, mas o mundo ytambém  não. O de antigamente trazia mais camisetas legais para o meu tamanho...

domingo, 22 de abril de 2012

Não morri, entendam...

Sou eu, apenas eu, unica e exclusivamente eu, que odiou esse novo loyout do blogger, ou todo o resto do mundo da blogosfera, e eu lerda que sou, não vi antes?
Enfim, povo lindo de articulações saudáveis, "eu voltei, agooora pra ficaarrrr, porque aqui, aquii é meuuu luuuugar...."
e agora que ta aterrorizei todas as mentes de plantão achando que de fato eu começaria a cantar aqui...
ja poço retornar meus hábitos de pensar em posts...
Não eu não conegui mais tempo, não eu não assassinei nenhum superior por isso. E não, não será como antigamente.
E sim, eu continuando implicando com a cidade "grande", onde pessoas tomam coca cola as 6horas da manhã, estacionam nas vagas de idosos, jogam papel na rua, e escutam música sem fone... mas essa é a realidade, eu vou tentar sobreviver aqui.. entre as dificuldades de uma moça caipira no reino da futilidade.
beijoooooooooooooooooooo

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Quarta do Gato.. legendado

Quando eu fiz uma conta no facebook eu ñ tinha nõção do tanto de gente que gosta e posta sobre gatos




ao mesmo tempo uam coisa me deixa meio chateada. É que muitas dessas pessoas e contas que criam frases e imagens acabam roubando, ou pegando imagens do tumblr e intitulando como suas criações... foras as "criações" feitas em contextos errados.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Respira fundo pra não virar emo

Ansiedade, coisa que eu nunca tive descontrole, e agora é absurdamente presente ao ponto de atrapalhar meus afazeres. Desespero: o que até então tomava conta numa véspera de prova, num fim de semestre, agora faz sua aparição diária. Solidão: mais companheira que minha sombra, minha mais fiel amiga desde que me mudei pra cá, parece uma conspiração pra me transformar numa éspcie rara de emo-colorida-oi-quero-atenção, mas ela não consiguirá. Vizinhos: um mal que eu pouco sofri na vida (os da minha terra são uns amores, amores=não faço nada que te dê  vontade de mematar), e aqui são tantos, mas tannntos que nem sei qual escolho pra sair com uma faca na mão. É tanta música alta, discussão e barraco alto, criança se esguelando alto, cães (coitados) latindo sem parar... só uma se salva, uma mulher que eu não conheço, mas ja ganhou meu coração por tratar de vários gatinhos sem donos que aparecem na janela dela.
Enfim, ta foda.
Aliás será que a moçadinha d ehj em dia sabe o que é emo?


segunda-feira, 9 de abril de 2012

Baby, I'm Sure

"Baby, I'm sure you can free my heart.
Baby, you came to cure my heart.
Todo o dia a gente tem um ao outro,
Manhã cedo agora é bom de levantar,
Toda a dor que me aparece eu te conto,
Você me cura sem sequer notar."

eita música que não sai da cabeça...

clipe Aqui!

domingo, 8 de abril de 2012

Lição pra não esquecer

Tá chovendo lá fora e eu queria escrever um post daquele tipo que "aquece" o coração, sabe?! Mas me falta talento. Então vou contar uma liçãozinha "braba" que reaprendi nesse feriadão.
Estava eu no corre-corre do feriado, querendo aproveitar tudo, dar conta de tudo, e por aí vai.
Daí que deu uma zebra gigante com uma coisa muito importante, que eu ja estava na expectativa quase uma semana. Resultado: lamentação, raivinha, e todo aquele trelêlê das coisas nunca darem certo.
Eis que toca o telefone e eu fico sabendo que o pai de um conhecido faleceu....
Então as vezes a vida te joga um "baque" pra você voltar a si e para de se lamentar por coisas pequenas, dar valor desnecessário a coisas passageiras, fazer fuê np calor da emoção.
Eu sei que não devo fazer, e você que está lendo também. Só que essa, entre várias lições, o cotidiano tende a dar uma "esquecidinha" e jogar ali atrás do sofá enquanto você solta os cachorros por uma folha de papel, por um atraso, por uma carona, por um produto, por uma atividade que não acabou da forma que queria... e por aí vai.]Coisas que continuarão existindo com ou sem o seu "piti".
Então vamos brincar de ser buda (eu disse buda, não bunda) por uma semana.
Vamos combinar de ouvir/ver mais, e falar menos, e agir com a maior calma possivel após pensar a respeito.
Então comb inado né? Por isso que a tia ká ama vocês!

Entre planos e ações

É fim de semana, é feriado, feriado prolongado. E você faz uma lista de coisas que "agora dá pra fazer", porque você "terá tempo".
Você planejou arrumar seu gurada-roupa, fazer outro trageto de caminhada com seu animal de estimação, ia lavar coisas, arrumar aposentos, ia caminhar, fazer exercício, arrumar as contas da casa... tudo porque você deveria aproveitar o tempo.
e no final das contas você percebe que ja é o último dia "do feriado prolongado/final de semana" e não deu pra fazer nada.
É desepero? É só comigo? É só com alguns? Ou o mundo simplesmente faz questão de girar mais rápido quanod temos tempo de curtir nossa família?!
Será que as roupas resolvem se rebelar nessas épocas e pular (as escondidas) de dentro das cavetas para os cantos dos quartos?
A poeira quer ser mais notada nessas datas e procura se fazer mais presente?
OU será que, mas uma vez, bendita vez, eu não consegui me organizar....
aiaiai

domingo, 1 de abril de 2012

e eu aguardo

Eu espero, desejo, eu torço pra ter passado despércebido e ganhar surpresinha. Um sinal, um aviso de vida na terra.
Enfim um email, uma mensagem no celular, uma ligação perdida, uma carta, ou bilhetinho.
Qualquer coisa.
Qualquer coisa que me tire das mesmisses das horas aqui.
Que me lembre existe vida na terra, e da mesma espécie que eu.
obrigada.