domingo, 16 de janeiro de 2011

Amor em 4 atos - tem muito o que falar?

Olha apesar dos pesares, entre programas podres e mandingas da emissoras concorrentes, as melhores minisséries são da Globo, fato. Todo início de ano eu espero feliz da vida (de estudante) para assistir... ano passado foi Dalva e Erivelto (escrevi certo?), e no ano anterior a amadalouvadainesquecivel alguém-me-segure Maysa . Adoro. Acho inteligente retratar a música brasileira (que as vezes a gente mesmo quase não conhece a história toda). Daí esse ano eu dou uma topada na parede. Explico: primeiro episódio eu perdi e só fui assistir dois dias depois (I love YouTube!).
O segundo episódio deu vontade de matar um. Ficou aquela coisa MAIS HIEN?! é isso? só isso? alô minissérie globo? Passou, pensei em desistir mas botei fé no próximo.
O terceiro capitulo foi lindo em partes, assim como no anterior eles capricharam em cenários (o que eu acho fundamental, mas nem todo canal sabe), chega a hipnotizar, coisa de louco. Mas o fim, foi paia, foi triste foi um "não creio que o Ary vai acabar na m****". Mas eu fui forte e persistente (daí nessa hora entendi o motivo da minha avó assistir novelas, que ela diz serem ruins, até o último capítulo). Afinal a minisserie é BASEADA nas MÚSICAS DO CHICO BUARQUE! E foi. O último capítulo é continuação do terceiro(os dois primeiros foram histórias alheias ) .... daí sim. Foi lindo e eu gostei bastante. Toda a trilha sonora é linda, resultado: ando mais musical de Chico Buarque que de costume....
Resumo: cenários, trilha sonora, artistas , interpretações... tudo lindo. Num todo, deixou a desejar,mas os dois últimos capítulos fizeram valer a pena que assistiu tudo, e acabaram salvando a obra.
ps: tia ká fica cantando Folhetim, daqui a pouco vão interna la.

3 comentários:

Anônimo disse...

quello che stavo cercando, grazie

raphaaa-aaa-a disse...

eu num intindi que ele falooo... oO
AUHauhauhauhauh

Møderådørå disse...

hahaha joga no google tradutor =p